Olá,

Pontos prévios:

  • Vender não é feio; vender é uma transação entre duas partes. O vendedor resolve um problema de alguém e, em troca, obtém alguma recompensa.
  • A recompensa do vendedor não é, obrigatoriamente, financeira. Uso aqui a palavra venda e vendedor, portanto, num sentido lado.

Isto posto, pergunto se será possível ter êxito sem ter alguma coisa para oferecer a alguém?

Dados as minhas definições preliminares, a minha resposta é não.

Note que, seguindo a tal perspetiva lata de vender, o seu produto pode ser, apenas, aquilo que você representa, aqui que você defende. Ou pode ser o valor acrescentado, concreto, que pode trazer a alguém.

O ponto mais relevante que quero fazer, porém, é que se não tiver um produto, um produto estruturado (e, insisto, o produto pode ser você), vai ter muito mais dificuldade em arranjar clientes, desde logo porque terá dificuldade em deixar claro aquilo que faz e como pode ajudar.

Aqui chegados, a dúvida que lhe pode surgir é sobre como construir um produto, uma identidade. É uma dúvida pertinente e que não tem uma resposta facílima. Apesar de tudo, é uma pergunta que se tem que se colocar e é um caminho que deverá empreender.

Vejo, vezes de mais, muitas pessoas preocupadas com a promoção dos seus serviços sem antes terem esses mesmo serviços/produtos minimamente estruturados. Se bem que isso pode ser uma estratégia defensável nalgumas circunstâncias, na maior parte das vezes resulta apenas de falta de clareza sobre o que fazer. E, por norma, o insucesso é praticamente garantido. É como se fosse um restaurante a procurar promover os seus serviços antes de garantir que tem um chef que pode realmente cozinhar bem!

O que o diferencia dos outros (ou, o que o poderá diferenciar)? O que consegue entregar de forma única (ou, pelo menos, com uma clara identidade) e de maneira sustentada? Como pôr tudo isso num bloco coerente que o seu interlocutor compreenda?

Ao responder a estas perguntas, estará a iniciar o seu processo de construção de um produto.

A construção de um produto de qualidade é um passo fundamental na vida de um qualquer profissional. E, se o é mesmo para quem trabalha por conta de outrem, é-o muito mais para quem trabalha ou pretende trabalhar de forma mais autónoma.

🔴 Este texto é uma das partilhas de Hugo Belchior – mais info em fisioterapeutaempreendedor.pt
CV: Hugo Belchior é fisioterapeuta, no entanto cedo percebeu que área que verdadeiramente o fascinava e motivava era a Gestão. Atualmente, lidera dois projetos empresariais próprios e outros projetos ligados ao empreendedorismo e gestão.

× How can I help you?